Pocket-lint é suportado por seus leitores. Quando você compra por meio de links em nosso site, podemos ganhar uma comissão de afiliado. Saber mais

Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

(Pocket-lint) - As plataformas de PC da Qualcomm têm sido geralmente mais ou menos em termos de desempenho e experiência do usuário até agora - mas a gigante do chip espera que isso mude com os primeiros testes do WoS de próxima geração (Windows na plataforma Snapdragon) para o que Qualcomm se refere como ACPCs - PCs sempre conectados com 5G .

Parte dos problemas de desempenho das plataformas mais antigas da Qualcomm tem a ver com o suporte a aplicativos remendados do Windows 10 no Snapdragon, mas com os chips M1 da Apple mostrando um desempenho incrível de silício similar baseado em ARM, a Qualcomm sabe que precisa melhorar seu jogo.

Já sabemos há algum tempo que a plataforma Snapdragon PC de última geração é conhecida como SC8280 internamente, mas agora novos detalhes surgiram por meio do confiável Richard Quandt do WinFuture, que sugere que a plataforma foi projetada para desempenho total e estará disponível em duas versões.

Uma versão - presumivelmente a superior - da nova plataforma parece ter quatro núcleos chamados gold + com clock de 2.7Ghz e quatro núcleos gold com clock de 2,43Ghz. Todos são projetados para desempenho acima da eficiência de energia (portanto, nenhum núcleo de economia de energia).

Melhor VPN 2021: As 10 melhores ofertas VPN nos EUA e no Reino Unido

Com os laptops M1 da Apple com duração de bateria no segmento de 15-20 horas, talvez a Qualcomm esteja disposta a reduzir um pouco a duração da bateria de seus esforços anteriores de 20-25 horas para competir na frente de desempenho.

A nova plataforma poderia usar os gráficos Adreno 690 existentes do Snapdragon 8cx Gen 2, o atual chip de PC Snapdragon de última geração.

Não há detalhes de quando poderemos obter PCs baseados na nova plataforma, mas certamente eles surgirão no final de 2021 - o 8cx Gen 2 apareceu em setembro do ano passado .

Escrito por Dan Grabham.