Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

A AMD confirmou que um hacker roubou o código-fonte relacionado a várias de suas mais recentes e futuras tecnologias de processamento gráfico, incluindo a GPU "Arden" dentro do Xbox Series X.

Segundo informações, o site vazou on-line no Github, mas foi retirado do site depois que a AMD enviou avisos ao DCMA.

O suposto hacker alegou ter encontrado o código-fonte, que também se relaciona às GPUs Navi 10 e Navi 12 da AMD, em novembro do ano passado: "Encontrei os códigos-fonte de hardware da GPU AMD Navi em um computador invadido", disse ela ao TorrentFreak. "O usuário não tomou nenhuma ação eficaz contra o vazamento dos códigos."

A AMD respondeu afirmando que não foi informada sobre o roubo ou vazamento até dezembro: "Em dezembro de 2019, fomos contatados por alguém que alegou ter arquivos de teste relacionados a um subconjunto de nossos produtos gráficos atuais e futuros, alguns dos quais foram recentemente publicado on-line, mas desde então foi retirado ", publicado em seu site.

Ele também disse que o código obtido - que o hacker avalia em US $ 100.000 - não comprometerá a competitividade ou a segurança de seus produtos gráficos, incluindo o Xbox Series X. No entanto, está claramente preocupado com o possível vazamento de sua propriedade intelectual.

"Embora tenhamos consciência de que o autor possui arquivos adicionais que não foram divulgados, acreditamos que o IP de gráficos roubados não é essencial para a competitividade ou a segurança de nossos produtos gráficos. Não temos conhecimento de que o autor possui outro IP da AMD.

"Estamos trabalhando em estreita colaboração com policiais e outros especialistas como parte de uma investigação criminal em andamento".

O que isso significa para o consumidor - e eventual proprietário do Xbox Series X - é desconhecido, mas provavelmente terá pouco impacto. A AMD, no entanto, claramente não está satisfeita.