Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

O Wall Street Journal citou um porta-voz da LG dizendo que a empresa estará "diminuindo a modularidade" do smartphone G6. A LG projetou módulos para o G5, acreditando que eles eram uma solução inovadora de design, mas acabaram sendo um fracasso.

  • LG G6 pode abandonar os módulos, mas segure o fone de ouvido

A empresa ouviu o feedback dos clientes e, em vez disso, se concentrará na estética geral do design do G6 e na sua usabilidade.

Também foi relatado que a LG registrou uma queda de 23% nas vendas trimestrais de sua divisão móvel, mas quando perguntado se a LG consideraria vender o braço móvel, a Chief Technologies Skott Ahn disse: "Desmembrar a divisão de smartphones não é algo que faríamos considerar".

Já ouvimos rumores de que a LG estaria abandonando os módulos do carro-chefe do G6, então isso é ainda mais combustível para o fogo. O G6 deverá apresentar um design unibody sem bateria removível. Curiosamente, há rumores de que o G6 reterá o fone de ouvido de 3,5 mm e não seguirá o caminho do USB Tipo C para carregamento e uso de áudio. Ainda estamos em cima do muro sobre esse rumor em particular, então esperamos até a sua inauguração oficial para descobrir com certeza.

Quanto a quando podemos esperar ver o novo telefone, isso ainda é uma incógnita. A data mais óbvia é o Mobile World Congress no final de fevereiro, mas um porta-voz da LG disse que a empresa ainda está considerando outras datas, mas não disse o que eram. A boa notícia é que o telefone será lançado inicialmente na América do Norte, Europa e Coréia do Sul, assim como online na China.