Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

A Huawei chegou a um acordo com a TomTom para usar seus mapas e serviços em smartphones, tendo sido colocada na lista negra meses atrás por trabalhar com o Google.

Essa parceria significa que a Huawei pode usar mapas e navegação TomTom em seu próprio sistema operacional personalizado. Talvez até nos telefones da série P40 sejam lançados em breve.

É claro que este é mais um desenvolvimento na longa lista negra dos EUA, que impediu a fabricante chinesa de trabalhar com o Google.

Com a Huawei incapaz de usar o Google Play Services - que inclui o Google Maps -, a gigante do telefone foi forçada a desenvolver seu próprio sistema operacional e contar com terceiros para serviços essenciais.

Conforme relatado pela Reuters , o acordo entre a Huawei e a TomTom foi fechado há algum tempo, mas só agora está sendo divulgado ao público.

Para o consumidor, significa que a Huawei está claramente trabalhando duro para tornar seus telefones relevantes para os mercados ocidentais, garantindo que esteja fazendo todo o possível para torná-lo uma alternativa viável aos dispositivos Android e iOS.

A Huawei não seria a primeira empresa a fazer parceria com a TomTom. A Apple, ao lançar seus próprios serviços do Google Maps, fez uma parceria original com a TomTom para criar também seus dados e navegação.

Embora não saibamos quando os mapas da TomTom aparecerão pela primeira vez em qualquer telefone da Huawei, o momento da declaração pública sugere que podemos ver algo em breve.

Espera-se que a Huawei lance os telefones da série P40, bem como um Mate Xs dobrável atualizado, em algum momento do início da primavera, para que possamos vê-lo funcionando pela primeira vez nesses dispositivos.

O fabricante também construiu sua própria galeria de aplicativos, convidando os desenvolvedores a disponibilizar mais aplicativos por meio de seus próprios canais, diminuindo a dependência do Google.

Ainda não se sabe se esse desenvolvimento é suficiente para tornar seus smartphones relevantes em 2020, mas parece que a empresa está se movendo na direção certa.