Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

(Pocket-lint) - A Microsoft confirmou que algumas mudanças estão chegando ao seu navegador Edge .

Ele abandonará seu próprio EdgeHTML e iniciará o processo de reconstrução do navegador da Internet no Chromium, um mecanismo de renderização da web de código aberto criado pelo Google e usado para ativar o navegador Google Chrome. O Edge não está sendo desligado e o nome permanecerá o mesmo. A Microsoft disse que qualquer usuário existente não notará diferença no navegador da web - além dos sites renderizados de maneira mais consistente.

O atual navegador Microsoft Edge é criticado desde o lançamento. Ele foi projetado para ser rápido e seguro, mas tem se esforçado para representar os melhores sites da Web e ainda permanece menos intuitivo do que o Chrome é hoje, que é o maior problema da Microsoft aqui. O Google Chrome e seu mecanismo de renderização na web Chromium são continuamente consumidos em uma parte considerável da participação de mercado.

Como se isso não bastasse, os desenvolvedores costumam usar o mecanismo da web baseado no Google, pois é muito melhor integrar novas tecnologias da web. Juntamente com a insatisfação dos consumidores, isso criou uma situação insustentável para a Microsoft que precisava ser resolvida.

Se você é o tipo de pessoa que só usou o navegador Edge da Microsoft para baixar o Google Chrome quando adquire um novo PC, essa é uma boa notícia para você. O Chromium é uma compilação colaborativa que não apenas o Google, mas a Apple também usa para aprimorar seus próprios navegadores.

Joe Belfiore, da Microsoft, mencionou o novo potencial do Edge em um post do blog, dizendo: “Pretendemos nos tornar um colaborador significativo do projeto Chromium, de uma maneira que possa tornar não apenas o Microsoft Edge - mas também outros navegadores - melhor em ambos os PCs. e outros dispositivos.

  • Gosta do Microsoft Edge? Agora você pode usá-lo no iPad

Como parte da troca, o Edge ficará disponível para todas as versões do Windows. Anteriormente, estava disponível apenas para usuários do Windows 10 e iOS e Android. A Microsoft anunciou que fará uma nova versão do navegador que também funcionará em máquinas Mac OS.

Escrito por Maggie Tillman e Rik Henderson.