Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.

A Apple lançou uma nova ferramenta de mobilidade em que vem trabalhando nas últimas semanas, que permite pesquisar locais e ver dados desagregados sobre como o movimento das pessoas mudou nesse local durante a pandemia em andamento.

O sistema usa dados extraídos do Apple Maps, mas desassociados das contas e detalhes dos usuários, para mostrar os tipos de viagens para as quais as pessoas solicitavam rotas, ignorando para onde elas realmente se mudaram, para criar um conjunto de tendências.

A Apple está convencida de que a ferramenta pode ser de grande utilidade para aqueles que planejam políticas públicas após a pandemia e para ajudar as pessoas a ver a escala da mudança de comportamento que ocorreu. Também está confiante de que esse uso de dados não deve ser motivo de alarme no campo da privacidade. Como diz o anúncio, "os dados coletados pelo Maps, como termos de pesquisa, roteamento de navegação e informações de tráfego, são associados a identificadores rotativos aleatórios que são redefinidos continuamente, para que a Apple não tenha um perfil de seus movimentos e pesquisas".

Em um momento em que várias ferramentas e sistemas de rastreamento estão chegando e usam os dados do dispositivo das pessoas, é compreensível que aqueles preocupados com a privacidade digital estejam, no entanto, em alerta máximo.

Compare e contraste

A ferramenta da Apple merece uma visita, mesmo para aqueles que têm pouco a dizer sobre políticas públicas, oferecendo um bom senso visual de quanto mudou. Por exemplo, pesquisar "Paris" mostra que na capital francesa as viagens caíram de um penhasco desde que o país entrou em confinamento, como seria de esperar, com o gráfico útil abaixo ilustrando a mudança.

Apple

Comparando isso com outras cidades internacionais, você tem uma noção rápida de como e quando as pessoas começaram a mudar em massa - por exemplo, pesquisar em Los Angeles fornece uma imagem de uma cidade que não foi bloqueada na mesma extensão e o fez mais tarde durante o dia, como seria de esperar.

Quem quiser se aprofundar mais do que os gráficos produzidos pela ferramenta da Apple, pode fazer o download de um arquivo CSV contendo todos os dados, se assim o desejar, tornando-o aberto para análises posteriores por aqueles com tempo e disposição para fazê-lo.